Peso Expandido | 15.12.2019 | PF espaço de performance art , Curitiba, Brasil
Selected artworks and projects by Marita Bullmann
performance art, photography, installation, Marita Bullmann, Interval, PAErsche, Essen, Germany
3906
post-template-default,single,single-post,postid-3906,single-format-standard,cookies-not-set,stockholm-core-1.0.6,select-theme-ver-5.2.1,ajax_fade,page_not_loaded,vertical_menu_enabled, vertical_menu_transparency vertical_menu_transparency_on,side_area_uncovered,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive

Peso Expandido | 15.12.2019 | PF espaço de performance art , Curitiba, Brasil

Peso Expandido – Táticas Móveis em Arte Contemporânea

cap. 02

DA FORÇA PARA DERRUBAR MUROS

AÇO & FIO & VOZ & PONTO & BURACO & FURO & BARRAGEM & BAIRRO & BURACO & CORTE & AO VIVO & MEIO & AMBIENTE & LUTA & SEXUAL & VIOLÊNCIA & CULPA & CLASSE & ATAQUE & PRECISÃO & VOLÚPIA & APOCALYPSE & COBRA-CORAL & JAGUATYRICA & CARNE NA TÁBUA & FENÔMENO & AUTÔNOMA & CHAMADA & REMIX DE ABORDAGENS & EPIDEMIA

Quais outras histórias a arte pode contar além da história da arte? Fora às recordações restritivas, às visões romantizadas, a matança e a subalternização das subjetividades, o que nos resta?

Esta é uma operação enxuta, serão cinco horas de ataque, os carros estão sendo queimados, os americanos jogaram uma bomba, a cultura deve existir a partir de uma multiplicidade de vozes, vozes essas que devem ser sempre maiores que a tortura e a perseguição. Devem seguir sendo vozes de libertação.

_ A BOCA y O CORPO _

A exposição PESO EXPANDIDO – Táticas Móveis em Arte Contemporânea nasce de um exercício in progress e 100% independente e auto-gerido de duas bichas que se juntaram para trabalhar e reaprender a ler imagens através de suas criações em arte, traçando novas narrativas dentro de contextos de poder, prazer, controle, propriedade, interação social, linguagem, estado de violência, precariedade e truculência.

A guerra interna é acidental, se renova, explora novas cartografias debaixo do lodo do Atlântico, movendo entre estruturas arcaicas novas tecnologias do corpo, novos naufrágios, o encontro de símbolos antigos com novas informações atravessadas pela arte contemporânea. Atravessando a era da eterna dúvida, de olhos bem abertos no escuro, de olhos bem abertos para assimilar este atentado fracassado.

Dando seguimento ao nosso exercício de intercâmbio com artistas e espaços culturais independentes, nossa mostra segue o mesmo formato da primeira edição: cobramos um valor simbólico de R$10 que será convertido em custeamento de uma residência artística em Maio de 2020.

Contaremos nessa segunda edição, com a presença e parceria de:

Eunice Terres (PR)

Fernanda Ricci (PR/BA)

Marita Bullmann (GER)

Patricia Cipriano (PR)

Pedro Galiza (SP)

Articulação crítica: Professora Andreia Lais Cantelli, historiadora e presidenta do Instituto Brasileiro de Trans-Educação (IBTE).

APOIADORES:

Selvática Ações Artísticas (www.selvatica.art.br)
PF espaço de performance art (www.pf2119.com)
Despina (www.despina.org)
IBTE (http://www.observatoriotrans.org/)

Supported by Ministry for Culture and Science of the German State of North Rhine-Westphalia